Menu

Ética & disputa por posição dentro de Empresa, tem limite?

Os profissionais que almejam crescimento dentro da empresa têm o desafio de saber o limite da competitividade e a ética.

O alerta é saber manter a disputa por posição sem afrontar e comprometer a harmonia da equipe.
A ética deve pautar a disputa por posições dentro das empresas, destacam-se neste contexto os profissionais que tem a base fundamentada pela ética, sendo humilde, mas pró-ativo.

O profissional tem de ser humilde, mas flexível para saber seguir as diretrizes da empresa; tem de ser competitivo, mas tem que saber trabalhar em equipe; tem de ser assertivo, mas sem a agressividade que desestabiliza; deve ser líder, mas precisa submeter-se às normas.

A reflexão é:
“Qual é o ponto do equilíbrio? Como trabalhar valores tão semelhantes, mas que podem ser interpretadas de forma diferente? É importante que a comunicação seja clara, que as idéias possam ser discutidas com foco no bom andamento do trabalho para o bem da empresa”.

Resultados
A disputa deve ser encarada pelo prisma das competências.
O profissional deve ampliar sua capacidade de apresentar resultados. Essa condição passa por seu desenvolvimento técnico, mas também pela sua capacidade de aliar forças para obter resultados, que passa necessariamente pela capacidade de relacionar-se com seus subordinados, pares e superiores.

Empresa e recursos humanos
Tudo inicia em um bom processo de recrutamento e seleção, mas a gestão dos recursos humanos da organização tem um papel fundamental no momento que estabelece claramente o que é importante para um profissional evoluir na carreira. Quando há normas claras e transparentes, todos têm a possibilidade de candidatar-se ao crescimento e terão maior compreensão quando forem preteridos em um aumento salarial ou mesmo numa promoção.

Liderança
A liderança deve estar ligada no comportamento dos profissionais, devendo coibir atitudes inadequadas e valorizar o princípios éticos, com um bom ambiente de trabalho, respeito e profissionalismo.
A briga saudável é aquela em que se defende projetos e melhorias da organização.
Quando ela é contra pessoas, o foco mudou e o prejuízo é da empresa e da pessoa.

Olair de Paiva
Consultor e Diretor da Mega Brasil R H
Headhunter
“Seleção de Pessoal
“Recrutamento e seleção”
Consultores em “Recursos Humanos”
Recursos Humanos em “Recrutamento e Seleção”